Dr Rodrigo Cesar Barbosa
CRMV SP 23010

Dr Mario Silva Barbosa
CRMV SP 1564

Joey

Microchipagem

Este é um assunto muito interessante, principalmente para donos de animais fujões. O chip é um registro do animal como um RG.

A microchipagem já é obrigatória em alguns países como EUA, Canadá e alguns da Europa. No Brasil este procedimento é obrigatório na cidade de São Paulo. Algumas outras cidades brasileiras também estão adotando o chip para controle de zoonoses, tráfico de animais, abandono do proprietário e identificação do animal.

Pode ser aplicado em vários tipos de animais: cães, gatos, cavalos, aves, répteis e animais silvestres. No caso de cães e gatos, o animal com mais de cinco (5) semanas já pode receber a identificação eletrônica. O chip é bem pequeno, do tamanho de um grão de arroz e seu material é o mesmo que usado para próteses e não causa nenhum problema ou rejeição para o animal. Os mais modernos também não migram pelo corpo do bicho. A aplicação é muito simples e rápida, ela é realizada por meio de uma seringa adaptada em baixo da pele. Ela é indolor e não necessita sedar o animal, inclusive não sendo recomendado.

 

O equipamento pode trazer várias informações do animal: nome do proprietário, endereço, vacinas, estado geral de saúde, medicação, etc. Para saber o número do chip que está no animal é necessário um leitor universal. Depois de identificado, o número é colocado num computador onde serão vistos todos os seus dados.

A identificação eletrônica é a forma mais eficaz e segura de cadastrar o proprietário responsável pelo animal, de forma definitiva. O microchip nunca se perde, ao contrário, ele é tudo o que seu animal precisa para voltar rapidamente para casa. Além disso, microchipando seu bicho, você estará preservando seus direitos e bem-estar.

Numa situação em que seu animal fuja, quando for encontrado por alguém e encaminhado a uma clínica, o veterinário utilizará um aparelho leitor para identificar o número dele. Com esse número o veterinário poderá acessar o banco de dados ou a central de atendimento e saberá quem é o proprietário, entrando em contato com este imediatamente.

Uma observação muito importante e que ainda causa dúvidas é que o chip não vai localizar o animal como se fosse um GPS.

Então, donos de animais, além de vacinas regulares, vermifugação constante e rações de boa qualidade, agora temos também este novo método de controle para sua melhor comodidade e segurança para o seu animal.

Obrigado e até a próxima!

Rodrigo Cesar Barbosa

CRMV 23010 – SP